Pular para o conteúdo principal

Liberdade de Ser e Estar

João 8:32 "E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará."


Sim. Quanto mais estudamos sobre a Espiritualidade, sobre a Vida, e passamos a nos conhecer melhor, nos sentimos mais livres para viver, para ser quem somos e para estar em qualquer lugar e estar bem. 
Nos conhecer é o processo da sua existência pela eternidade. Demanda amor próprio, respeito, trabalho, dedicação, paciência, compaixão, honestidade. É um processo que não acaba nunca, mas isso é o gostoso do processo, pois não somos um projeto acabado, nós vamos ainda muito além do que sequer podemos imaginar.



A verdade. Ironicamente, me lembrei do Credo dos Assassinos: "Nada é verdade, tudo é permitido." Não há essa verdade absoluta, pregada pelas religiões, mas há uma essência dela e como a interpretamos. A Verdade de nosso Ser é Luz. Isso eu posso dizer, mas não duvido que alguém discorde... Bem, não estou aqui para estabelecer "verdades absolutas e dogmáticas".

Este empreendimento nos leva ao conhecimento. Quanto mais conhecemos, mais nos enriquecemos. Nosso cérebro faz mais conexões, criamos mais "massa cinzenta". O conhecimento pode nos libertar. Conhecimento sobre a vida. Sobre nós mesmos. Conhecimento que nos leve a viver com mais empatia e respeito por todas as formas de vida. Indo muito além de qualquer preconceito. Mesmo que tenhamos nossos preconceitos em algum nível, nós podemos sim nos educar e não deixar que um pensamento limitado nosso nos aprisione e aos outros. Vamos lembrar que preconceito é ignorância e medo.

E se não permitirmos que nossos preconceitos nos aprisionem, e nem aos outros, estaremos um passo mais próximos da nossa liberdade de ser e estar no mundo... e mesmo além dele. Para isso, precisamos quebrar paradigmas, dogmas, padrões estabelecidos, desconstruindo conceitos e preconceitos, parando de adjetivar tudo e todos pela nossa ótica. Sejamos livres. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Entrego, Aceito, Confio e Agradeço

Hoje, eu quero agradecer por todos os comentários deste blog. Eu tirei um tempo e li todos. TODOS, desde o primeiro post (alguns tem comentários, outros não, normal. Agradeço pelo carinho que tiveram de ler esses posts e comentaram. Obrigada por seu tempo =D

E quero compartilhar esse vídeo maravilhoso. É curtinho, sobre confiança e gratidão, o fato de
entregarmos o nosso caminho à um Poder Maior que nos rege, nos conduz e protege, não importa que religião você tenha, o que importa é a nossa fé, a força da nossa essência conectada ao Universo, o nosso caráter, como tratamos à nós mesmos e aos outros.

Eu acompanho o canal do Vinícius há um ano e meio, pelo menos, e gosto muito de fazer Yoga com os videos dele, mas aqui, estamos falando de uma filosofia de vida, que nos leva além dos limites, muitas vezes impostos pela nossa sociedade mercantilista e imediatista.

Peço que assistam ao video e meditem sobre essas palavras, que não são minhas, mas do professor Hermógenes, divulgador da Yog…

Qual o seu relacionamento com Deus?

Olá, tod@s!
Obrigada por todos os comentários do post anterior, li todos com atenção e agradeço com carinho =D

Bem, o assunto que tenho para este post é uma reflexão a qual tenho meditado esses dias: como está a sua relação com Deus? Como está o seu relacionamento com Jesus?

Seu relacionamento é algo direto, sem intermediários? Você permite que outras pessoas sejam suas "pontes" entre você e Deus, Jesus, a Consciência Suprema, o Poder Superior?

Desafie-se!

Oi tod@s vocês! Tudo bem?
O propósito do Concatenando Ideias é blogar quando estou afim e não ficar postando por postar... legal mesmo é quando estou na vibe de publicar alguma coisa como... hoje =D

Fiquei pensando... como a gente pode se propor novos desafios? E eu me propus dois neste início de ano. Fora outros que vou sugerir à vocês, mas coisas simples, do nosso dia-a-dia.

Eu acabei de cumprir o desafio dos 30 dias de prática de Yoga, pelo menos, de 15 à 30 minutos todos os dias. E foi um desafio que curti muito, pois eu tinha que desafiar as minhas preguiças e me disciplinar à atividade que só trás benefícios.
Agora, para mim, ficou muito mais fácil e, sem desculpas, para esta atividade física/mental que tanto amo.