Pular para o conteúdo principal

Sutis Mudanças



Eu continuo firme, há semanas, ouvindo esse gênero de música, enquanto sutis mudanças ocorrem. Depois de ter terminado o livro Atitudes Renovadas, da Joanna de Ângelis, li novamente o livro Quem me Roubou de Mim, do padre Fábio de Melo, e tenho lido também Fonte de Luz, de Emmanuel. Também terminei aquele do Divado Franco (I love myself), e hoje, peguei o Livro dos Espíritos, para ler sobre as Leis Morais (a terceira parte),e  reler o romance espírita Mais Fortes do que Nunca, da Eliana Machado Coelho (Espírito Schellida), que li há uns 6 ou 7 meses atrás.

E tenho assistido a série de vídeos de Mário Mas, do programa Descomplicando a Vida, sobre a auto-estima, um assunto que tem sido sempre muito espinhoso para mim e a grande maioria das pessoas, pois, sem dúvida, se tivéssemos mais auto-estima, não nos preocuparíamos em consumir tanto, em ostentar tanto, em sermos tão arrogantes e, no entanto, intimamente, nos sentindo sempre tão miseráveis.

Há vários problemas íntimos a serem resolvidos. Todos nós temos nossas travas e impedimentos psicológicos que precisam ser resolvidos. Fiz um playlist com 20 videos do Mário Mas sobre a auto-estima, e todos são palestras-aulas sobre nós mesmos. Que diferença a auto-estima faz em nossa vida, quando ela está melhor... é inegável como nos sentimos mais confiantes e serenos diante das tantas situações que enfrentamos diariamente e mesmo com pessoas difíceis. Quando você está com sua auto-estima boa, você se sente mais firme e assertivo. Eu gostaria que todos assistissem, mas cada um tem seu ritmo para aprender e se entender, se aceitar, ir além das suas limitações. A vida não será um paraíso de uma hora para outra, e nem de uma vida para outra, mas com certeza, será uma vida mais esclarecida. Está em nossa responsabilidade, aprendermos, nos desenvolvermos intelectual e moralmente, podar nossas más tendências e vícios. Somos responsáveis por nós mesmos.

Postagens mais visitadas deste blog

Entrego, Aceito, Confio e Agradeço

Hoje, eu quero agradecer por todos os comentários deste blog. Eu tirei um tempo e li todos. TODOS, desde o primeiro post (alguns tem comentários, outros não, normal. Agradeço pelo carinho que tiveram de ler esses posts e comentaram. Obrigada por seu tempo =D

E quero compartilhar esse vídeo maravilhoso. É curtinho, sobre confiança e gratidão, o fato de
entregarmos o nosso caminho à um Poder Maior que nos rege, nos conduz e protege, não importa que religião você tenha, o que importa é a nossa fé, a força da nossa essência conectada ao Universo, o nosso caráter, como tratamos à nós mesmos e aos outros.

Eu acompanho o canal do Vinícius há um ano e meio, pelo menos, e gosto muito de fazer Yoga com os videos dele, mas aqui, estamos falando de uma filosofia de vida, que nos leva além dos limites, muitas vezes impostos pela nossa sociedade mercantilista e imediatista.

Peço que assistam ao video e meditem sobre essas palavras, que não são minhas, mas do professor Hermógenes, divulgador da Yog…

Qual o seu relacionamento com Deus?

Olá, tod@s!
Obrigada por todos os comentários do post anterior, li todos com atenção e agradeço com carinho =D

Bem, o assunto que tenho para este post é uma reflexão a qual tenho meditado esses dias: como está a sua relação com Deus? Como está o seu relacionamento com Jesus?

Seu relacionamento é algo direto, sem intermediários? Você permite que outras pessoas sejam suas "pontes" entre você e Deus, Jesus, a Consciência Suprema, o Poder Superior?

Desafie-se!

Oi tod@s vocês! Tudo bem?
O propósito do Concatenando Ideias é blogar quando estou afim e não ficar postando por postar... legal mesmo é quando estou na vibe de publicar alguma coisa como... hoje =D

Fiquei pensando... como a gente pode se propor novos desafios? E eu me propus dois neste início de ano. Fora outros que vou sugerir à vocês, mas coisas simples, do nosso dia-a-dia.

Eu acabei de cumprir o desafio dos 30 dias de prática de Yoga, pelo menos, de 15 à 30 minutos todos os dias. E foi um desafio que curti muito, pois eu tinha que desafiar as minhas preguiças e me disciplinar à atividade que só trás benefícios.
Agora, para mim, ficou muito mais fácil e, sem desculpas, para esta atividade física/mental que tanto amo.